outubro 21, 2012

como transformar um sapo em príncipe



  1. Peque um menino bobo mas bonitinho;
  2. Não ache graça nas bobagens dele;
  3. Não empreste sua lição toda hora para ele;
  4. Quando ele provocar você, ignore-o!
  5. Reclame do gel que ele põe no cabelo; (?)
  6. Passe por ele bem perfumada e dengosa;
  7. Dê um sorriso a toa pra ele;
  8. Peça para ele ajudar você com o material.
Quem aí lembra da revistinha W.I.T.C.H.? Eu colecionei até o número 43 e até perceber que as páginas diminuíam e o preço aumentava. O importante é que a revista fez parte do meu início na adolescência. Relendo-a percebo o quão idiota eu deveria ser. Ou o quão idiota os idealizadores da revista pensavam que eram meninas de 12 anos. 
Achei esse fragmento enquanto arrumava meu armário. Anotei num pedaço de papel e planejava usar em um menino da minha turma, bobo e bonitinho. Porém, percebi que isso era idiota de mais: transformar um menino de 12 anos em príncipe? Fala sério, senta lá, Cláudia.  
Devo concordar com algumas dicas se você quiser que o menino bobo pare de te perturbar. 
De resto, deixe o menino curtir sua boboquice e imaturidade. 
Porque, né, que menina é linda aos 12? Só as extraterrestres. Eu lembro que foi minha pior época e aos 13, também. Na verdade, acho que só melhorei a partir dos 15.  
Essas revistas querem que você seja original, descolada, você mesma, popular; ajudar a você a lidar com amigas falsas, com meninos, com seus pais, com seu cachorro e por aí vai. 
Nada contra se não tivesse muitos esteriótipos, como esse de transformar o sapo. 
Hoje em dia, ocasionalmente, eu leio a GLOSS. Tenho minhas reservas quanto a revistas de comportamento, mas algumas matérias são de grande ajuda. 

Acho que estou sendo exagerada. Aos 12, a W.I.T.C.H. supria todas minhas necessidades de pré-adolescente;aos 15, era a Capricho; aos 20, a GLOSS faz o mesmo. Será que um dia criticarei a GLOSS e lerei outra? Faz parte do amadurecimento, será?
 Em cada época você se enxerga de um jeito. 
Allons-y!

3 comentários:

Antonia Chevallier Sundrani disse...

Quando eu comecei a ler o post me lembrei na hora que já tinha lido isso em algum lugar!! Eu também colecionava as revistas Witch (e a Smack também..) e parei de comprar pelo mesmo motivo que você :/ Mas, realmente, tinha umas coisas muito bobinhas, né? haha
Beijinhos!

Ann
http://www.vinteepoucos.com.br/

Paloma Viricio:: Jornalismo na Alma:: disse...

kkkkkkkkkkkkkkk Que receitinha boba mesmo, mas comoo você disse, faz parte do amadurecimento pessoal. Ás vezes olha para trás e não acredito que curtia certas coisas. Nunca fui de ler um revista em sim, mas acho legal que faz isso.
Beijos!
Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

@dudsparrow disse...

oi querida,
hahahahaha me lembro muito dessas dicas, colecionei a witch por um bom tempo. Na epoca me fazia feliz tambem hehe A capricho, na mesma epoca era muito boa, hoje é péssima e futil. Tambem nao gosto da gloss heheheh
boa semana
;*

dudsparrow.blogspot.com.br