outubro 14, 2011

Chanel n°5


Quem nunca ouviu falar no perfume Chanel n°5 que atire a primeira pedra.
O Chanel n°5 foi criação de Enerst Beaux, em 1921, a pedidos de Mademoiselle Chanel. Foi o primeiro perfume da Maison Chanel e foi o quinto aroma a ser produzido, daí seu nome.
O n°5 é tido como o perfume mais vendido e mais caro no mundo e tornou Mademoiselle Chanel realmente milionária. Por muitos anos ele era dado de presente aos melhores clientes de sua boutique. Tornou-se o aroma oficial da loja, da grife e um representante do refinamento e do bom gosto.
Chanel queria “um perfume de mulher com cheiro de mulher.” Então, pela primeira vez foi criado um perfume artificial que combinava grandes quantidades de aldeídos e substâncias sintéticas, suavizando o aroma floral, surgindo um mais sofisticado. A fórmula leva mais de 65 substâncias, entre as quais estão rosas, jasmins de Grasse, flores raras do oriente, sândalo e essência de pau-rosa. Este último, uma árvore nativa da Amazônia, ameaçada de extinção; já foi aceito uma proposta para monitorar o comércio de óleo de pau-rosa aqui no Brasil.
Com mais de 80 anos de história, o n°5 nunca teve sua fórmula alterada nem seu frasco, de inspiração art decó, que foi incorporado à coleção permanente do Museu de Arte Moderna de New York em 1959.
Já teve garotas propagandas como Audrey Hepburn, Catherine Deneuve, Nicole Kidman e, a minha favorita, Audrey Tautou.



Marilyn Monroe declarou, em 1951, que “tudo que uso para dormir são duas gotas de Chanel n°5.”
Bien, o motivo de eu estar falando do Chanel n°5 é que tive a oportunidade de prová-lo essa semana pela primeira vez. Uma prima ganhou do namorado, mas ela não gostou muito – ela usa mesmo assim.
Apesar de no início ele ficar meio forte e parecer colônia da Avon ou “aqueles perfumes baratos vendidos em embalagem brega de vidro”, eu gostei. Depois de um tempo o cheiro fica mais suave.
Não tem como usar o n°5 e não se sentir uma mulher , sabe?
Sou dessas que se tivesse um baile ou tivesse que jantar no restaurante de um hotel no Cairo, vestiria meu longo brilhoso, minhas joias, faria meu cabelo e minha maquiagem – porque eu saberia, né – meu Chanel n°5 e ia arrasar no salão!
Sem essa de feminismo ao extremo e ditadura da beleza, não há nada como uma mulher que se cuide e se ame. Mulher assim está sempre bonita sem muito esforço, mas quando ela quer destruir corações sai de perto.
Pena que não é mais assim. Eu adoraria pentear meu cabelo com uma escova de cerdas macias, vestir meu robe vermelho  e ir dormir com duas gotas do n°5.
Quem acha que eu devo parar de ver filmes antigos? Mas eu não vou, porque quando crescer quero ser igual a elas e ter um Chanel n°5, e deixar meu cheiro por onde passo kk (fica quieta, Nathália!)
Único perfume caro que tenho é o J’adore, Dior. Ganhei já no final, por isso quase não uso :/
Vocês sabiam que os cheiros têm o poder de ativar a memória?

11 comentários:

Adriele Sales disse...

Que legal esse post. Conhecia o perfume, mas não conhecia a história.
A Audrey é linda, mas nunca assisti o filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain. Mas já vi falarem muito bem sobre ele. Qualquer dia desse tomo vergonha na cara e assisto. Beijos.

Place Fame disse...

Atire a primeira pedra em mim então! Haha

Beijos,
Emily
placefame.tk

Adriele Sales disse...

Vergonha total né? Mas vou assistir, sério. Qualquer dia desses, rs.

Place Fame disse...

Amiga tem post novo no Place Fame!

Beijinhos

Isac disse...

eu amo ler e reler essa historia *-*

Place Fame disse...

Oi Ceci. Tudo sim e com você?
É, a nossa cultura é alegre e bonita! Mais Hallowen não seria nada de mais né? rs Beijos

Adriele Sales disse...

Cecília, você está sumida. Sinto falta das suas postagens e ler seus sonhos sobre ir para bailes, com longos vestidos. Beijos e volta logo!

Anônimo disse...

eu ia comentar, mas disse preu ficar quieta...rs

Adriele Sales disse...

Ah, volta as aulas é sempre um tédio! Te entendo, rs.
Que bom que está cheia de ideias, vou esperar pela postagem que fará no domingo. Boa sorte no Enem, Ceci!
E sobre parar de mudar o layout: Já parei, sério! kkk Sou a pessoa mais indecisa do mundo, ok? Me entenda, poxa. Brimks. Beijos.

Adriele Sales disse...

Amanhã tem post, aêee!

Lili disse...

Parabéns pelo post, amei ler a história do Chanel nr. 5. E não pare de ver filmes antigos não rsrs
Tb adoro o glamour de outras épocas.
Bjo
Lili