novembro 03, 2011

Pushing Daisies



Elenco:
Ned – Lee Pace
Charlotte Charles (Chuck) – Anna Friel
Olive SnookKristin Chenoweth
Emerson Cod – Chi McBride
Lílian Charles (Lily) - Swoosie Kurtz
Vivian Charles – Ellen Greene

Criador: Bryan Fuller
Produtores/ Estúdio: Bryan Fuller, Bruce Cohen, Dan Jinks, Barry Sonnenfeld/Warner Bros. Television
Estréia nos EUA: 3 de outubro de 2007
Status: Cancelada; 2ª Temporada – 13 episódios

Pushing Daisies é uma série americana de comédia dramática criada por Brian Fuller. Produzida entre 2007 e 2009, ela foi cancelada, tendo apenas duas temporadas com promessas de um filme e sua terceira temporada transformada em quadrinhos.
A série conta a história de Ned, que aos nove anos, vinte e sete semanas, seis dias e três minutos descobre que tem o dom de trazer os mortos de volta a vida com apenas um toque. Ele descobre da pior maneira que o primeiro toque é vida e o segundo, morte para sempre. E, se deixar a pessoa ou animal vivos por mais de um minuto, outra morrerá em seu lugar.
Para lidar com a morte precoce da mãe, Ned começa a fazer tortas ainda no internato  – lugar em que seu pai o “esqueceu” – e é assim que ele se torna o fazedor de tortas (the pie maker).
O detetive Emerson Cod, fã de tricô e livros de pop up, depois de descobrir o dom de Ned propõe uma parceria. Afinal, é muito mais fácil perguntar para o morto quem o matou. A garçonete do Pie Hole, Olive, é secretamente apaixonada pelo fazedor de tortas.
É num desses casos que Ned encontra um antigo amor de infância, Chuck, assassinada numa viagem. Por impulso, ele a deixa viver mais que o permitido e a leva para morar com ele. Começa a história de amor. Um amor meio proibido, meio inocente, dificultado pela impossibilidade do toque.
Emerson, Ned e Chuck formam, então, um trio investigativo.
A trama também decorre envolta do dilema de Chuck e suas tias: deveria contar para as tias que ela está viva?
Para ilustrar essa história de amor e crimes, um cenário muito colorido, falas fofas e rápidas com muitas caras e bocas. 


 Eu nem acompanhei a série enquanto esta passava na Warner, mas resolvi baixá-la nesses dois meses que fiquei em casa. Demorei a ver tudo e ainda estou no começo da segunda temporada – pessoas com muito sono é outra coisa.
Nessa segunda temporada muitos segredos são revelados, mas nem todos porque ela acabou de repente, por baixa audiência, recebendo um final pouco satisfatório, com um gancho para o possível filme que nunca foi produzido e o tal quadrinho que você não encontra na internet.
Se você gosta de amor, cores e humor, Pushing Daisies é a sua série. Pena que foi cancelada. 


8 comentários:

Adriele Sales disse...

Parece ser boa, mas nunca tinha ouvido falar sobre a série. =)

Lili disse...

Adorei a resenha, esse seriado parece ótimo.
Bjo
Lili

Adriele Sales disse...

Parei de comentar que amei a resenha ou que gostei do post. Pois estaria sempre repetindo a mesma coisa, afinal, Cecilia nunca decepciona. kkk

Sobre o comentário lá no blog: Sim, é lógico. Você tem carinha de menina! kkk

Adriele Sales disse...

Tudo tem o lado ruim, não há como escapar. =/

Karoline M disse...

aaai deve ser ótimo *-* vou assistir :**

http://agoraquesouchique.blogspot.com

Marina Almeida disse...

pela sinopse deve ser divertido!
beijos :*
Batom e Salto Alto

Victor Cezar disse...

Eu cheguei a ver um pouco na TV. Ela era tão... Amélie Poulain. Bem interessante, na verdade.

Adriele Sales disse...

Por falar em Natal, está tão perto. =)